Paris com Criança – Parte 1


“A vida é divertida. Para uma criança, o tempo é eternidade. De repente, você tem 50.”
Amelie Poulain

Tudo começou quando um amiguinho da escola do meu filho foi embora de volta a para sua cidade natal: Paris. E nós acabamos ficando também amigos dos seus pais que, desde que partiram, Paris com Filhosinsistiam muito para que fôssemos visitá-los. Tínhamos então esse ótimo pretexto para planejar uma viagem a Paris… (como se fosse preciso algum pretexto para isso!) Então, partimos assim, mais uma vez para outra aventura além-mar levando nosso filho – agora com três anos e 10 meses. Sim, porque quem segue nosso blog já deve ter lido meu texto contando da viagem que fizemos para Portugal e Espanha quando ele tinha apenas um ano. E é aí que a coisa toda muda de figura… Porque uma coisa é um bebê de um ano que fica quase o tempo todo no carrinho, come papinha, mal sabe andar… Outra coisa é um moleque de quase quatro anos, meio rebelde, marrento e muuuuuito ativo. Fora o fato de os parisienses terem uma certa fama de não serem lá muito amigáveis com crianças… Pois é.

Paris com FilhosEntão vamos lá. Primeiramente, nem pense em ficar em hotel. Nós alugamos um lindo apartamento pelo Aibnb – aliás, essa opção de estadia também já foi tema aqui no blog. Os motivos são vários. Primeiro porque num apartamento você se sente em casa, é muito mais aconchegante do que um quarto de hotel. O que alugamos tinha uma linda varanda privativa, no térreo, perfeito para crianças.  Então, à noite, quase não saíamos. Ficávamos na nossa varanda privativa tomando deliciosos vinhos comprados no mercado da esquina, relaxando e planejando o dia seguinte enquanto nosso filho já dormia.

Paris é uma cidade onde é possível fazer inúmeros passeios que agradam aos pequenos. Paris é cheia de parques – e você vai querer visitar todos eles mesmo que esteja sem crianças. Alguns museus são muito divertidos para crianças maiorzinhas, como é o caso do Pompidou e até mesmo o D’Orsay com seu enorme corredor de esculturas que os pimpolhos adoram. Isso sem falar na própria torre Eiffel que além de ser ela mesma um encanto para as crianças é rodeada de parques e carroceis. Então, vamos lá. Vou traçar nosso pequeno roteiro – um palpite de dez dias em Paris com uma criança pequena. Mas, resolvi dividir o texto em dois pois são muitos palpites…

 

 

Paris com Filhos1. Torre Eiffel
Começamos por ela. Primeiro porque o próprio Francisco, nosso filho, estava louco para conhecer a famosa torre de Paris. Segundo porque também estávamos saudosos da torre Eiffel já que tanto Paris com Filhoseu quanto meu marido não íamos a Paris há algum tempo. Foi uma emoção! Francisco vibrou a cada segundo do passeio: quando avistamos a torre de longe, quando chegamos e ficamos embaixo dela, quando subimos no elevador e ele dizia que estava dentro da barriga da torre… E, sim, tinha um pouco de fila, mas a emoção era tanta que não atrapalhou. Para completar, o entorno da torre é repleto de atrações para crianças: tem um parquinho, dois carroceis… ao fim e ao cabo, passamos o dia inteiro na Torre Eiffel e no seu entorno, parecia que estávamos no filme da Amèlie Poulain.

 

 

 

 

 

Paris com Filhos

2. Jardin des Tuileries
No segundo dia, o passeio escolhido não poderia ser mais propício para uma criança. O belíssimo Jardim das Tuileries, imenso parque que chega ao Paris com FilhosMuseu do Louvre. Fomos com alguma esperança de conciliar os dois programas: parque e museu, mas, como encontramos nossos amigos com seu filho da idade do nosso, o parque tomou conta do dia. Ficamos flanando por suas belíssimas alamedas enquanto os pequenos brincaram a valer. Almoçamos ao ar livre numa de suas brasseries – onde comi um deliciosamente despretensioso steak tartar (o primeiro de uma série…), e, antes de voltar para o nosso apê, passamos pelo Louvre – só do lado de fora, lógico, e Francisco achou a coisa mais linda do mundo aquela pirâmide toda de vidro…

 

Paris com Filhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3. Freddy’s
Aqui, uma pausa na programação kids. Nossos amigos contrataram uma baby sitter portuguesa para ficar com as crianças e nos convidaram para conhecer o bar de tapas mais badalado do Paris com Filhosmomento em Paris: Freddy’s. Lugar descoladíssimo, situado no coração de Saint Germain des Près e frequentado apenas por franceses. Nada turístico. Comida excelente, totalmente autoral e com apresentação impecável e inusitada. O melhor é ir pedindo um de cada, já que as porções são pequenas e vale a pena experimentar tudo. Noite incrível. Na volta, paramos num café qualquer para um conhaque com vista para a catedral de Notre Dame. Sem mais.

Paris com Filhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paris com Filhos4. Musée d’Orsay
Meu museu preferido de Paris, quiçá do mundo. O enorme acervo dos impressionistas é o grande destaque do museu na minha opinião. Quando chegamos, Paris com FilhosFrancisco se divertiu com as esculturas de animais na entrada e, depois, sentou no carrinho com uma batata frita (nessas horas não adianta, você vai ter que ceder e deixar seu filho comer o que quiser para poder fazer algumas coisas com tranquilidade), quando então pudemos contemplar todos os Monet, Manet, Van Gogh… e, quando vimos, ele tinha dormido! Não hesitamos. Corremos para o restaurante do museu e almoçamos lá mesmo. Com uma garrafa de vinho. Depois do almoço, Francisco acordou e descemos ao corredor das esculturas onde ele divertiu-se a valer vendo as “estátuas”. (foto 12) E então, fomos embora – locupletados de arte e vinho.

Por ora, é isso. Aguardem que semana que vem tem mais palpites de como aproveitar Paris com seu filho!

 

 

 

 

 

Paris com Filhos

Posts Relacionados

Viajar com pequenos Esse texto vai ao desencontro do texto da minha amiga palpiteira Rafa, “Viajando sem filhos”. Sim, é justamente o oposto, em todos os sentidos. Porque...
Paris com Criança – Parte 2 “Quando o dedo aponta o céu, o idiota olha para o dedo”. Amelie Poulain   Como prometido, vamos continuar com os palpites de como aproveitar...
Porto: uma escala de 24 horas e muitas descobertas Vínhamos saciados e exaustos de uma estadia de 10 dias em Paris. Exaustos porque viajamos com nosso filho de 3 anos e 10 meses. Mas isso será tema par...
Maria Carolina Amendolara

administradora de empresas, paulistana com cidadania carioca, mãe de Graziela e Francisco, ama tomar vinho e cozinhar para os amigos, nossa morena encaracolada, e, claro, palpiteira.

VEJA OUTROS PALPITES

DEIXE SEU PALPITE

Siga o Palpitando

Os Palpiteiros

Carol, Rafa, Gi, Marcos e Beta

Carol, Rafa, Gi, Marcos e Beta

Somos cinco amigos muito palpiteiros que gostariam de convidar todos para entrar nessa sala de estar virtual e, junto conosco, tornar-se um palpiteiro por aí...