Lima e sua rica gastronomia


Lima, a capital do Peru, é uma cidade surpreendente. Ao chegar, você se depara com um céu cinza, um trânsito caótico, onde quem buzina mais alto ganha a vez e um transporte público decadente. Então você pára e pensa: o que eu vim fazer aqui?

Não se desespere. Ao começar a explorar a cidade, essa má impressão cai por terra. Uma cidade florida se apresenta à sua frente (acho que para contrastar com o céu cinza). Passear pelo Malecón de Miraflores, com a permanente vista para o oceano pacífico, é sensacional. O famoso Circuito das Águas encanta, o Museu do Larco impressiona pela sua beleza e história, além de diversas atrações que Lima nos oferece.

Mas na minha humilde opinião, o melhor de Lima é a sua gastronomia, que realmente faz jus à sua fama internacional. Não há um lugar onde ali se coma mal! Os peixes frescos, os maravilhosos ceviches, seus temperos diferentes, a mistura de sabores é algo inexplicável. Só pela sua comida, já vale a visita à cidade.

E esse é meu palpite, se você gosta de comer de bem, vá a Lima! Não é uma viagem cara, e não precisa de muitos dias. Então, dá para aproveitar um feriado e partir para essa  fantástica aventura gastronômica.

 

Segue, abaixo, alguns palpites de restaurantes maravilhosos, onde degustamos essa incrível culinária peruana:

  1. Assim que chegamos, fomos procurar um lugar para almoçar, mas sem qualquer indicação. Nos deparamos com um restaurante, no “estilo Outback”, pertinho do hotel, já que estávamos esperando para podermos fazer o check-in e, pensamos: “vai nesse mesmo”. O restaurante se chama Chili´s, é uma rede de restaurantes que vimos por vários lugares de Lima. E foi uma grata surpresa. Comemos uma massa com frango: “Chicken Enchilada Pasta” e tomamos a cerveja Cusqueña.

Verifique no site as informações sobre endereços e cardápio:  www.chilis.com.pe

 

 

 

 

 

 

2. Restaurante Pescados Capitales: restaurante indicado por vários sites. Fizemos a reserva para um jantar. Conforme descrito nos sites em que pesquisamos, comida maravilhosa e ambiente super agradável.

 

De entrada pedimos o tradicional Ceviche: “Cebiche mixto con lenguado o corvina” (peixe fresco, banhado no limão, com cebola e pimenta, acompanhado de tomate, milho e batata doce) e “mariscos a la parrilla” (polvo, lula e camarão temperados e grelhados) nem preciso falar que estava divino!

Prato principal, pedi um comida típica: “Tacu Tacu de pallares” (tipo um bolo de arroz com molho de camarão). Também, delicioso! Valeu a pena seguir a dica!

Endereço: Av. Mariscal La Mar 1337, Miraflores. E, Av. Primavera 1067, San Borja. www.pescadoscapitales.com

 

 

 

3. Restaurante Tanta: se você quer experimentar a culinária do renomado chef Gaston, do restaurante Astrid y Gaston, e não pagar o valor “salgado” do menu oferecido no respectivo restaurante, vá a rede de restaurante Tanta, com preços mais acessíveis, mas nem por isso menos gostoso.

Nós fomos no Tanta do Shopping Larcomar, com vista para o pacífico!

As empanadas são magníficas. Foram as entradas, além do tradicional Ceviche, claro!

Como prato principal, pedi novamente um prato típico: “El Gran Combinado” (um arroz diferente, com frango, batatas a la huancaína e banana frita). Sabor muito diferente. Estava delicioso!

Informações sobre endereços e cardápio: www.tantaperu.com

 

4. Restaurante Rafael: restaurante que leva o nome de seu famoso chef Rafael Osterling. Uma experiência esplêndida. Para mim, foi o melhor.

Na entrada, pedimos polvo grelhado e o já tão falado ceviche! O polvo desmanchava na boca.

De prato principal, não resisti e fui de lagosta com nhoque de batata – “Langosta rostizada en m

antequilla de coral, emulsión de crustáceos, gnocchis de papa amarilla alla carbonara, espárragos & alcachofra”. Não dá para explicar o quão extraordinário estava. Acho que nunca comi um nhoque como esse. Realmente, não consigo passar para o papel a sensação de degustar esse prato. Só indo lá e provar!

Até os drinks eram formidáveis. O afamado Pisco estava digno dos deuses!!

É necessário fazer reserva.

Endereço: San Martín 300; Miraflores. www.rafaelosterling.pe

Famoso Pisco

Como afirmado acima, em Lima não se consegue “comer mal”. Existem milhares de restaurantes bons na cidade. Separei alguns dos quais experimentei. Se você tem mais palpites de restaurantes em Lima, deixe seu comentário aqui.

Posts Relacionados

Higienópolis: O bairro mais carioca de São Paulo Dizem por aí que, para enxergarmos melhor, é preciso tomar uma certa distância. Essa analogia me cai como uma luva pois nasci em São Paulo e há quinze...
Paris com Criança – Parte 2 “Quando o dedo aponta o céu, o idiota olha para o dedo”. Amelie Poulain   Como prometido, vamos continuar com os palpites de como aproveitar...
Spaghetti Alla Puttanesca – A controversa história...   “... nas interações em que o indivíduo apresenta um produto a outros, ele lhes mostrará apenas o produto final levando-os a apreciá-lo com bas...
Porto: uma escala de 24 horas e muitas descobertas Vínhamos saciados e exaustos de uma estadia de 10 dias em Paris. Exaustos porque viajamos com nosso filho de 3 anos e 10 meses. Mas isso será tema par...
Rafa Guimaraes

advogada, petropolitana radicada no Rio, mãe de Bernardo e Felipe, meia maratonista, festeira, nossa loura verdadeira e, claro, palpiteira.

VEJA OUTROS PALPITES

1 comentário

  • Ana
    18 de novembro de 2017 at 21:51

    Adorei esse post, estou indo para Lima no carnaval e vou seguir os palpites, depois compartilho com vocês a minha experiência!! Bjs

DEIXE SEU PALPITE

Siga o Palpitando

Os Palpiteiros

Carol, Rafa, Gi, Marcos e Beta

Carol, Rafa, Gi, Marcos e Beta

Somos cinco amigos muito palpiteiros que gostariam de convidar todos para entrar nessa sala de estar virtual e, junto conosco, tornar-se um palpiteiro por aí...