6 palpites valiosos para turistar no bairro mais oriental do Brasil


 

O bairro da Liberdade é um lugar de imigração e preservação da cultura oriental em plena cidade de São Paulo. Lá você se sente um pouquinho no Japão. Para aproveitar o máximo dessa experiência, especialmente nesta semana em que acontece o 20° Festival do Japão, separamos alguns palpites preciosos para você.

#1 FEIRINHA DA LIBERDADE

Acontece todos os fins de semana desde 1975

Na praça central do bairro, localiza-se a Feira da Liberdade, que reúne artesanato e comida típica e brasileira. Lá encontramos barracas de origami, amuletos e outras “fofuras” orientais, sendo que em algumas, como a barraquinha Tama Origami, é possível escrever seu nome em japonês, mais especificamente em Katakana, um sistema utilizado para escrever nomes de origem estrangeira. Na Feira também é possível comprar bonsai, roupas e bijuterias. Na gastronomia vale experimentar o Harumaki (Rolinho Primavera) e o Azuki (doce de feijão). A dica é ir direto nas barraquinhas que só trabalham com os quitutes, já que a rotatividade é alta e é certo que você pegue um bem quentinho. Uma delícia!

Feira da Liberdade, Av. Liberdade, 365 (saída do metrô Liberdade)

Arrow
Arrow
Slider

 

#2 SOGO PLAZA SHOPPING 

Para encontrar produtos orientais

Bem pertinho da Praça da Feirinha, localiza-se um centro comercial com vários itens orientais, especialmente mangás, utensílios para cosplay, maquiagens e todo tipo de coisas do universo asiático. Mas também é possível encontrar objetos da cultura geek ocidental. Um objeto interessante, vendido em várias lojinhas, é o Maneki Neko – o gato da sorte japonês: um talismã nipônico que atrai sorte, proteção, prosperidade, felicidade e saúde. Para isso, lembre-se que o gato tem que ficar sempre acenando a patinha.

Sogo Plaza Shopping, Rua Galvão Bueno, 40                                                                        

via GIPHY

 

#3 HACHI – CREPE & CAFÉ

A versão japonesa do crepe

Além do crepe tradicional, lá é possível experimentar um crepe à japonesa, enrolado em forma de cone em sabores salgados ou doces. A lojinha é toda eletrônica, bem ao estilo nipo. O nome da loja é inspirado na história do cão Hachiko, da raça Akita, que esperou o dono morto na estação de trem por quase 10 anos e virou símbolo de lealdade (isso falta para um monte de gente, né?). Em Tóquio, na estação de Shibuya, há uma estátua do cãozinho. Muito fofo!

Hachi, Rua Galvão Bueno, 586 (perto do metrô São Joaquim)                                                                                           

Foto: hachicrepecafe @ Instagram

 

#4 PORQUE SIM. KARAOKÊ BOX E LAMEN HOUSE

Para soltar o gogó

A inspiração vem de Tóquio, onde há vários lugares de karaokê, com salinhas reservadas para grupos. No local, experimente um clima íntimo para cantar sem vergonha. Agora é só imaginar ser o cantor dos seus sonhos e soltar a voz. Pode-se fazer reserva, mas também é possível conseguir lugar por ordem de chegada. Ótimo passeio com os amigos!

Porque sim. Karaokê e Lamen House, Rua Tomaz Gonzaga, 75          

Foto: carimbando_meu_passaporte @ Instagram

 

# 5  MONO LAMEN HOUSE E SUKIYA

Para experimentar um lámen

Um dos pratos mais populares no Japão é o lámen. No bairro da Liberdade há várias opções. Entre elas, há o Mono Lamen House, um espaço aconchegante e moderno, perfeito para comemorações e encontros especiais. Já o Sukiya é uma opção para quem quer algo mais rápido: o próprio restaurante se autodenomina como o maior fast food do Japão no Brasil. Ambos estão localizados perto da estação do metrô Liberdade. É só saborear!

Mono Lamen House, Rua dos Estudantes, 34                                                                

Sukiya, Praça da Liberdade, 63                                                                                                              

 

#6 JARDIM ORIENTAL 

Um ponto de tranquilidade

Um lugar repleto de peixes, bambus e suzurantos (luminárias orientais) – aliás, a maior parte das ruas principais é decorada por suzurantos, um dos símbolos da cultura japonesa. Apesar do pequeno espaço, trata-se de um ponto de tranquilidade naquela agitada área do bairro da Liberdade. Neste momento, é preciso ter carga total no smartphone porque é impossível não resistir aos cliques… Os “instagramáveis” irão adorar!

Jardim Oriental, Rua Galvão Bueno, 72 (perto do metrô Liberdade)

Você tem outros palpites? Compartilhe conosco nos comentários.

 

Posts Relacionados

Higienópolis: O bairro mais carioca de São Paulo Dizem por aí que, para enxergarmos melhor, é preciso tomar uma certa distância. Essa analogia me cai como uma luva pois nasci em São Paulo e há quinze...
Roberta Sa

administradora e, agora, estudante de jornalismo, carioca, mãe do cãozinho Tony, adora tecnologia e design, nossa morena lisa depois da chapinha, e, claro, palpiteira.

VEJA OUTROS PALPITES

Paris com Criança – Parte 2

Paris com Criança – Parte 1

Lima e sua rica gastronomia

DEIXE SEU PALPITE

Siga o Palpitando

Os Palpiteiros

Carol, Rafa, Gi, Marcos e Beta

Carol, Rafa, Gi, Marcos e Beta

Somos cinco amigos muito palpiteiros que gostariam de convidar todos para entrar nessa sala de estar virtual e, junto conosco, tornar-se um palpiteiro por aí...